MENU

Entrevista: Luca Graf explica o Panalpina Digital Hub

Basileia, 14 de setembro de 2018

O objetivo do Panalpina Digital Hub é explorar tecnologias disruptivas e desenvolver novas soluções digitais para os clientes, bem como realizar oportunidades de negócio para a Panalpina. Em uma entrevista com a innoFRAtor, uma plataforma da Fraport, Air Cargo News e da publicação alemã DVZ, Luca Graf, Head of Digital Innovation and Panalpina Digital Hub, explica os motivos para estabelecer a nova unidade de negócio e como isso agrega valor para os clientes. O Digital Hub foca nas tecnologias que têm maior probabilidade de causar disrupção no setor de serviços transitários e logística: blockchain, inteligência artificial ou analítica preditiva, IoT e computação em nuvem. “Todas essas tecnologias oferecem a oportunidade de melhorar substancialmente a experiência do cliente e aumentar significativamente a eficiência do setor como um todo”, diz Graf. O objetivo de sua equipe é implementar dois projetos piloto iniciais até o fim de 2018. “Para os projetos piloto, provavelmente tentaremos um caso de primeiro uso para a tecnologia blockchain”, acrescenta Graf. Você pode ler a entrevista na íntegra abaixo.

Panalpina Digital Hub: Novos modelos de negócios para o setor de logística

A operadora logística Panalpina lançou uma nova unidade de negócios, o "Panalpina Digital Hub". O objetivo é desenvolver tecnologias inovadoras que possam ter uma influência significativa no mercado de transporte e logística, e desenvolver novas soluções digitais para os clientes. Saiba mais sobre isso na entrevista da innoFRAtor com Luca Graf, o diretor responsável pelo "Hub".

 

 

A Panalpina montou uma nova unidade de negócios: o Panalpina Digital Hub. Quais são as razões para esta ação?

O Panalpina Digital Hub foi lançado por duas razões principais. Por um lado, as expectativas de nossos clientes estão mudando. O que eles experimentam em particular ou como consumidor - como um cliente digital na Amazon, Uber e outras empresas – passam a esperar também de seus parceiros de negócios. Com o Digital Hub, estamos embarcando na busca e realização de soluções inovadoras para nossos clientes. Queremos oferecer uma ótima experiência ao cliente digital e, ao mesmo tempo, tornar nossos serviços mais eficientes e, portanto, mais econômicos. Esses dois fatores sempre foram uma promessa da Panalpina, uma das pioneiras no setor de transporte internacional.

 

Em segundo lugar, a digitalização da cadeia logística oferece muitas oportunidades para desenvolver novos negócios e para que a Panalpina continue em seu forte ritmo de crescimento. Somos um provedor de serviços logísticos que opera globalmente, com poucos ativos físicos. É por isso que a criação de novos modelos de negócios em uma base digital e totalmente automatizada é uma escolha óbvia.

 

 

"O futuro do transporte de carga e da logística, obviamente, não é caracterizado por novos tipos de transporte, mas pela transformação digital", disse o CEO da Panalpina, Stefan Karlen, na abertura do Hub em junho de 2018. Quais tecnologias provavelmente irão alterar ou inovar o setor de logística com maior impacto?

Pela nossa expectativa, são as tecnologias nas quais estamos nos concentrando no Digital Hub: Blockchain, inteligência artificial ou análise de previsibilidade, IoT e computação em nuvem. Todas essas tecnologias oferecem a oportunidade de melhorar consideravelmente a experiência do cliente, aumentando a eficiência do setor como um todo. É claro que os veículos sem condutor e outros sistemas automatizados também oferecerão grande potencial logístico. No entanto, estes são menos relevantes para a Panalpina como um provedor “asset light” do que outras tecnologias disruptivas.

 

 

Quais tendências podem ser identificadas, especialmente no transporte aéreo?

No transporte aéreo, vemos a oportunidade de melhorar nossos serviços com a ajuda de aplicativos IoT. Hoje, os clientes esperam poder monitorar seus embarques a qualquer momento. Eles querem saber onde estão seus bens e a quais fatores externos estão expostos durante o transporte, como temperatura, umidade, iluminação e possíveis avarias. Também podemos proteger esses dados usando tecnologias blockchain, fortalecendo a confiança na cadeia logística. Da mesma forma, nossos clientes desejam receber estimativas de horários de chegada e obter soluções proativas caso ocorram interrupções ou atrasos no transporte. Aqui, podemos fazer a diferença com a projeção analítica e o uso de inteligência artificial.

 

 

Que valor agregado o Digital Hub deve oferecer aos clientes da Panalpina?

O Panalpina Digital Hub cria um radar de tendências para capturar regularmente os desafios dos mercados que atendemos e, ao mesmo tempo, encontrar soluções tecnológicas.

 

Identificamos estes desafios em workshops com nossos clientes, explorando soluções tecnológicas por meio da proximidade com ecossistemas digitais e a estreita cooperação com Start-ups. Assim que observamos uma correspondência, testamos essas soluções em projetos-piloto em conjunto com nossos clientes. Se esses testes forem bem-sucedidos, novos serviços surgirão.

 

Ao mesmo tempo, procuramos sistematicamente na cadeia logística novos serviços digitais que ainda não oferecemos e que podem agregar valor aos nossos negócios. Isso não apenas criará novos serviços, mas também novos modelos de negócios para a Panalpina. Em todos esses projetos, é importante transferir o que você aprendeu na organização e na interação com o cliente para um sistema de melhoria contínua.

 

 

Quais produtos e serviços inovadores estão sendo trabalhados atualmente e quando devem ser comercializáveis?

Estamos no processo de construção da equipe e dos projetos-piloto iniciais. Até o final de 2018, queremos ter desenvolvido e validado uma nova oportunidade de negócios digitais, e implementado dois projetos-piloto. Para eles, provavelmente tentaremos um primeiro caso de utilização da tecnologia Blockchain.

 

 

Você quer se relacionar de perto com as Start-ups digitais no Panalpina Digital Hub. Como isso funciona na prática e quais startups são de maior interesse para a Panalpina?

Seremos muito ativos no ecossistema digital, participando de programas de aceleração e monitorando de perto o surgimento de novas Start-ups, assim como o desenvolvimento das mais maduras.

 

É importante que nós sejamos um parceiro atraente para as Start-ups. Muitas vezes, empresas estabelecidas não podem competir com a velocidade necessária para trabalhar com Start-ups. Queremos nos posicionar de acordo com o Panalpina Digital Hub e testar rapidamente as soluções para os desafios de nossos clientes. Também discutiremos parcerias e consideraremos investimentos. De particular interesse são as Start-ups que trabalham em soluções para os desafios de nossos clientes ou que tentem estabelecer novos modelos de negócios para o setor de logística.

 

(Entrevista: Benjamin Klare, innoFrator.com)